Distribuições Linux para 2020

Distribuições Linux para 2020

Subscribe to my newsletter and never miss my upcoming articles

Listen to this article

Olá,

Fiz um compilado das melhores distros para 2020, ou melhor, da aposta para as melhores distribuições e destaques para 2020.

As listas das melhores distros para o próximo ano foram feita pelos maiores sites e portais e juntamente com a dica de melhor distribuição Linux para cada categoria de usuário.

Além disto, respondo a pergunta que todos fazem: Qual o Linux mais leve? e Qual o Linux mais bonito?

Ubuntu e suas variantes

A primeira aposta e mais obvia é o Ubuntu.

Tanto pelo tamanho da comunidade quanto por ser a primeira distro a ser usada quando alguma empresa resolve desenvolver/portar seus aplicativos para linux, além de ser a distro mais indicada para quem está iniciando com o S.O.

Soma-se isto ao suporte da Steam, facilitadores como o Lutris e pacotes de apps oficiais distribuídos por devs como Nvidia, Intel dentre outras…

Um dos maiores responsáveis é a API Vulkan da AMD e o Proton da Valve/Steam! Que promete fazer muitos gamers mudarem por completo para o Linux e o ubuntu provavelmente será um dos primeiros e mais estáveis com ele.

Dados da Steam sobre Linux: Ubuntu é o mais usado, responsável por 37% de todos os envios (o Arch Linux está em 2º lugar) e 64% dos usuários estão rodando sob chip Nvidia. https://www.protondb.com/stats Outro ponto é por ser a distribuição Linux vendida nos notebooks Dell!

Ok, outras também distribuem, como por exemplo a Microboard entrega seus notebooks com Debian e a Positivo vende seus equipamentos com o Mandriva instalado, Acer entrega com o EndlessOS e a Lenovo ainda possui notebooks a venda com a distro brasileira descontinuada ‘Satux’, mas nenhuma chega a causar o impacto da Dell, bem como o market share no mercado corporativo.

Porém, o Ubuntu abandonou o Unity e voltou para o Gnome o que irá ter como consequência o abandono de alguns usuários que irão preferir outras distros quando realizarem uma atualização de versão já que levaram alguns anos até ‘engolir’ o Unity ou simplesmente mudaram para alguma vertente da distro com outra interface.

Com o abandono do Unity, a Canonnical demitiu os devs e abraçou novamente a comunidade do Gnome, provavelmente terá um ambiente mais estável e com menos custos de desenvolvimento e menos reclamações dos usuários (usei o Ubuntu entre as versões 6.04 e 9.10 quando abandonei de vez! Mas sempre rodo as novas versões que lançam numa VM e em menos de 10 minutos, desisto…)

Com o embargo americano contra a Huawei, as empresas que possuem parceria com eles caíram fora com medo do futuro que essa briga pode causar. Isto afetou as relações do agora maior vendedor de devices da China (desbancou a Xiaomi) com a Google, Microsoft (Android e Windows) bem como a Intel.

Como consequência, os chineses estão desenvolvendo em peso seus mobiles e notebooks.

A distro Deepin está nos notebooks da Huawei (belíssimos diga-se de passagem). Com isto atraiu usuários para esta distro e a fez popularizar, resta saber se haverá um aumento no uso do Linux devido a isto ou simplesmente voltar a subir os dados sobre pirataria do sistema da Microsoft — vai depender mais do suporte da fabricante e seu marketing do que por decisão final dos usuários chineses.

O Pop!_OS é uma variante do Ubuntu criado e distribuído nos notebooks da System76, mas obviamente pode ser baixado a ISO e instalado em qualquer outro hardware. O foco do Pop! é em desenvolvedores, sysadmins, pentesters, e profissionais que trabalham com IoT, AI, ML…

O PureOS é desenvolvido pela comunidade do Purism, que comercializa seus produtos pelo nome de Librem, que inclui notebooks e smartphone com o sistema operacional. O foco é na liberdade e segurança.

O sucesso desta distro está atrelado ao sucesso tanto do laptop quanto de seu modelo de smartphone.

Elementary OS

Uma das distros ideais para novos usuários no Linux!

Baseado no Ubuntu e usando a interface Patheon.

O projeto do Elementary OS tem como meta resolver um grande número de deficiências notadas em outras distribuições GNU/Linux, como:

  • Melhor estética global com a racionalização da interface do usuário;

  • Reduzir a dependência de software utilizando core apps escritos em C ou Vala (linguagem do Patheon);

  • Diminuir a necessidade de uso do Terminal.

O Guia do Elementary (HIG — Human Interface Guideline) é sem dúvidas o melhor dentre todas as distribuições GNU/Linux para desktop.

Listas de melhores distros Linux:

O site techradar elegeu as melhores distros em 2020 para os tipos de usuários:

  1. ElementOS (pelo visual)

  2. Linux Mint (para novos usuários, distro para iniciantes)

  3. Arch Linux e Antergos (para usuários experientes e um linux mais “limpo”)

  4. Ubuntu (por ser a mais popular)

  5. Tails (para privacidade)

  6. CentOS (por ser uma versão do Red Hat Enterprise)

  7. Ubuntu Studio (para produção de audio e video)

  8. OpenSuSE (para Devs e Sysadmins)

Em Dezembro o site https://www.makeuseof.com/ listou as 5 melhores distribuições linux para laptops:

  1. manjaro
  2. Ubuntu
  3. Elementary OS
  4. OpenSUSE
  5. Mint

E em janeiro desde ano o portal linux.com elegeu as 5 melhores para desenvolvedores:

  • Ubuntu
  • OpenSUSE
  • Fedora
  • Pop!_OS
  • manjaro

Anteriormente eles elegeram as melhores distros para cada categoria:

  • Melhor distribuição para sysadmins: Parrot Linux

  • Melhor distribuição leve: LXLE

  • Melhor distribuição para desktop: Elementary OS

  • Melhor distribuição para experts: Gentoo

  • Melhor distro Linux para IoT (Internet das Coisas): Ubuntu Core

  • Melhor distribuição Linux para servidor não empresarial: CentOS

  • Melhor distribuição de servidor corporativo: RHEL

Qual Linux mais leve?

Distribuição leve não deve ser entendida como feia.

Indiscutivelmente as interfaces gráficas fluxbox, blackbox, openbox, jwm. icewm são bem mais leves, usando de impressionantes 0,2MB a 16MB de memória, mas deixa-los agradáveis é uma tarefa árdua e muito provavelmente um usuário comum irá bater em alguma necessidade que a interface não possui e possivelmente ela não foi desenvolvida/implementada para não impactar no desempenho. Com isto, resume-se as distros com Xfce, Lxde, Lxqt e E17.

Para ser mais assertivo, aconselharia nas variações com Xfce do Ubuntu, Mint, Manjaro e Debian.

Outras distros, dependem muito do objetivo do usuário, posso recomendar o TinyCore, Slitax, Slax (que antes era baseado no Slackware e agora é baseado no Debian), Puppy ou até mesmo o Ttylinux que descrevi neste artigo: https://www.esli-nux.com/2010/11/ttylinux-micro-linux-de-11-ate-6-mb-de.html

Abaixo uma lista de quanta memória RAM consome cada interface do Linux:

Qual Linux mais bonito?

Em todas as listas do tipo sempre irá aparecer as interfaces Patheon e Budgie. Por um bom tempo utilizei o Numix em todas as minhas instalações de Linux e nos smartphones:

O Patheon é encontrado no Elementary OS, já o Budgie há versões do Ubuntu e Manjaro com esta interface.

Eu havia feito uma aposta sobre a distro ApricityOS, mas seu sucesso repentino foi tão grande quanto seu encerramento e esquecimento. O tema que ele utilizava é fácil de ser instalado em outras distros e interfaces.

Obviamente, o nível de personalização e liberdade faz com que todos busquem deixar seu S.O. com identidade única, a quantidade de temas, ícones e pacotes disponíveis bem como sites especializados somente nisto é gigantesca. O que o torna bonito ou não é primeiramente o gosto pessoal de cada um e em segundo as tendências (flat design, material design, e sabe-se lá o que virá no futuro…) https://numixproject.github.io/products.html

A escolha é sua!

Um dos maiores aspectos da plataforma Linux é que, no final, a escolha é sua. Existem centenas de distribuições para escolher, muitas das quais irão perfeitamente atender às suas necessidades e com certeza, esta lista não irá agradar a todos nem ser totalmente assertiva com sua aposta para 2020. E você, quais distros aposta para 2020?

Originally published at https://www.esli-nux.com on December 28, 2019.

 
Share this
Proudly part of